Schenken afirma que Masi está pronto para a função de diretor de corrida da F1

Michael Masi não terá problemas em assumir uma corrida de Fórmula 1 pela primeira vez, em circunstâncias inesperadas, no Grande Prêmio da Austrália, de acordo com o respeitado diretor de corrida Tim Schenken.

Schenken afirma que Masi está pronto para a função de diretor de corrida da F1

A FIA nomeou o australiano para assumir o comando da corrida da Austrália, após a morte súbita do diretor de longa data e delegado de segurança, Charlie Whiting na véspera do evento.

Masi recentemente atuou como vice-diretor de corrida para Supercars sob o comando do ex-piloto de Fórmula 1 Schenken, que testemunhou seu crescimento e ascensão através das fileiras oficiais.

O diretor de 39 anos também trabalhou de perto com a FIA, e foi escalado para assumir o cargo de vice-diretor de corrida em um terço dos eventos da F1 neste ano, além de supervisionar as corridas da F2 e da F3.

Enquanto a nomeação do australiano chegou em circunstâncias trágicas, Schenken, diretor de operações de corrida da CAMS, tem orgulho de ver Masi ter uma oportunidade valiosa.

“Era natural que ele assumisse esse papel certamente aqui na Austrália, como diretor de corrida da Fórmula 1”, disse Schenken ao Speedcafe.com.

“Ele me conhece, conhece o circuito e conhece todas as pessoas no controle de corrida, então provavelmente é uma boa vantagem”.

“Ele não terá problemas e lembrará que não está sozinho, ele tem uma equipe muito boa em torno dele”.

“É claro que ele tem os melhores fiscais do mundo. Ele está familiarizado com tudo isso. É um bom momento para começar”.

“Absolutamente, estou orgulhoso. Eu também estou orgulhoso porque mostra o padrão e a qualidade dos funcionários que temos na Austrália”.

“O que é realmente bom, é que ele tem muita experiência e ainda é um jovem”.

“É um grande negócio, você não poderia subir mais no automobilismo como oficial.”

A FIA ainda está para confirmar o seu plano de sucessão após a morte do muito amado e respeitado Whiting, mas Schenken acredita que Masi é um candidato ideal.

“Para ser honesto, se a FIA não o levar agora para uma função permanente, eu ficaria desapontado”, acrescentou.

“Absolutamente ele está pronto, não há dúvida sobre isso. São apenas circunstâncias infelizes.”

Enquanto isso, o presidente da CAMS, Andrew Papadopoulos, disse que a CAMS oferecerá à Masi seu total apoio ao que será um momento agridoce.

“Obviamente, as circunstâncias são trágicas e não é assim que qualquer um de nós esperava que isso acontecesse, mas estamos muito orgulhosos de Michael e oferecemos a ele nosso total apoio neste fim de semana”, disse Papadopoulos.

“Charlie fará muita falta, e todos ficamos tristes com sua passagem repentina”.

“Michael trabalhou de perto com Charlie ao longo do ano passado, e esse treinamento foi inestimável”.

“Michael também tem sido uma grande parte dos programas de treinamento e oficiais da CAMS, além de assumir papéis de liderança nas categorias esportivas australianas ao longo de muitos anos”, completou.

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – ePRIX DE HONG KONG | Melhores Momentos | FÓRMULA E 2018/19 – 5ª etapa

F1 2019 | Ferrari apresenta SF90 vermelha e preta fosco:

F1 2019 | MCLAREN apresenta o MCL34:

F1 2019 | Red Bull apresenta RB15 ‘roxo, preto e vermelho’:

F1 2019 | Mercedes apresenta nova pintura para o W10:

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS:

F1Mania