Autarca de Almeirim diz que há muita gente que não sabe dos seus terrenos

Pedro Ribeiro conta que muitos herdaram dos avós e, por viverem nas grandes cidades ou estarem emigrados, nunca se interessaram pelos bens.

Há ainda muitos proprietários que se dirigem à Câmara de Almeirim a questionar onde se situam os seus terrenos, pois sempre residiram nas grandes cidades ou estão emigrados e nunca se interessaram com o que herdaram dos avós. O presidente da Câmara de Almeirim, Pedro Ribeiro, revelou este facto na sexta-feira, 15 de Março, durante o encerramento da “Operação Floresta Segura”. Durante a cerimónia a autarquia entregou uma segway à GNR da cidade. A cerimónia que contou com a presença do Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, e do Secretário de Estado da Protecção Civil, José Artur Neves.

Segundo o autarca, a situação acontece porque os avós viviam da actividade florestal, depois os pais herdaram, mas já não subsistiam desse sector e agora os netos estão a viver fora e já nem sabem onde ficam os seus terrenos. É por isso, refere, que é necessário um bom relacionamento entre as autoridades, bombeiros e a protecção civil, pois só assim conseguiremos resolver os problemas e reduzir o número de casos de incumprimento. “O ano passado mandámos cerca de cem cartas. Este ano reduzimos, o que quer dizer que estamos a ir num bom caminho”, acredita.

Pedro Ribeiro destacou ainda a importância das acções de sensibilização da GNR, adiantando que, este ano, a câmara não recebeu nenhuma queixa por parte dos proprietários dos terrenos de que as autoridades iam ter com eles com o espírito de multar. O autarca concluiu referindo que a oferta da sewbay à GNR de Almeirim, primeira do género a nível nacional, permitirá neste que é um concelho extenso, o patrulhamento de proximidade de forma mais rápida e amiga do ambiente.