A diversidade marcou o 3º dia do PT Fashion

O terceiro dia da 44ª edição do Portugal Fashion ficou marcado pela diversidade de desfiles. O início da tarde na passerelle contou com o elogio à elegância e sofisticação feminina de Nuno Baltazar, seguindo-se a marca de pronto-a-vestir Meam, que tem como diretor criativo o estilista Francisco Rosas.

Seguiu-se Susana Bettencourt com a coleção“Stop the clock”, uma reflexão sobre a sociedade automatizada em que vivemos e onde as malhas tricotadas de forma tradicional voltaram a ter protagonismo.

A diversidade acentuou-se a meio da tarde com o desfile do coletivo de sapatos e marroquinaria, seguindo-se a marca de vestuário do grupo Valerius Têxteis, Concreto; o trabalho criativo de alta costura de Micaela Oilveira e a coleção underwear da Impetus.

Com o cair da noite, dois nomes de peso definiram tendências na passerelle deste dia: a dupla Alves Gonlçalves e Luís Onofre. A intemporalidade da dupla que já é uma referência antecipou o brilho dos acessórios, marroquinaria e sapatos femininos e masculinos de um dos designers da área de calaçado mais famosos do mundo, Luís Onofre.