“Uma lástima” – jogador e técnico do Ajax reclamam do VAR

Técnico do Ajax, Erik Ten Hag não demonstrou tristeza após a derrota por 2 a 1 para o Real Madrid, nesta quarta-feira (13), pelo jogo de ida das oitavas de final da Champions League. Na opinião do comandante, a equipe de Amsterdã fez um excelente jogo e tem motivos para confiar que boas coisas possam vir no futuro.

“Nós conseguimos impor a nossa vontade, nos defendemos bem, pressionamos com agressividade. Criamos muitas oportunidades contra um time tão grande como o Real Madrid. Faltou precisão, porque o Madrid tem uma chance e não perdoa. Dou os parabéns ao Ajax pelo espirito demonstrado, que nos dá confiança para o futuro”, disse.

Impressionado com a habilidade de Vinícius Júnior, autor de uma belíssima assistência para o primeiro gol de Benzema, Ten Hag questionou a decisão da arbitragem em anular o gol marcado por Tagliafico. Foi a primeira intervenção do VAR na história da Champions League, e não faltou polêmicas.

Ajax Vs. Real MadridVAR AJAX REAL MADRID CHAMPIONS LEAGUE(Fotos: Getty Images)

No lance, o árbitro Damir Skomina não deixou claro na hora se havia dado impedimento de Tadic ou se marcou falta do atacante sobre o goleiro Thibaut Courtois.

“O gol anulado foi uma lástima. Os árbitros nos deram diferentes explicações, de que o Tadic estava atrapalhando o goleiro. Nós vimos as imagens e o impedimento era difícil de se ver. Eu não considero que tenha sido impedimento nem falta no goleiro”, observou Ten Hag.

Quem também falou sobre a decisão do VAR foi o meio-campista Frenkie De Jong, jogador que já está negociado com o Barcelona para a próxima temporada: “Uma pena que o nosso gol tenha sido anulado. Talvez algo assim caia facilmente a favor do clube grande. Também tivemos isso, mas continuamos bem e tivemos chances depois aquilo. Uma pena não ter garantido um resultado melhor”.

Real Madrid e Ajax voltam a se enfrentar no próximo dia 5 de março, no Santiago Bernabéu.