De acordo com estudo, a maior motivação para visitar destinos inusitados são os "likes" nas redes sociais

Segundo um estudo publicado pela Universidade da Georgia, nos Estados Unidos, a motivação para visitar um lugar inusitado são os likes que isso pode render nas redes sociais.

Intitulado Social return and intent to travel (“Retorno social e intenção de viajar”), o estudo apresenta os resultados de um questionário feito a 758 participantes. Os questionários perguntavam aos voluntários se gostariam de visitar Cuba no próximo ano, nos próximos cinco anos ou dentro de uma década. Eram ainda questionadas as suas motivações para a viagem. Foi escolhido Cuba como destino possível, uma vez que  só recentemente abriu as portas aos habitantes dos EUA e ainda é visto como um lugar inusitado.

Os cientistas concluíram que aqueles que planeavam visitar o país nos próximos 12 meses pareciam ser motivados pelos potenciais likes nas redes sociais (uma vez que Cuba ainda seria uma novidade). Em compensação, as pessoas com menos pressa para conhecer o país mostravam-se mais interessadas nos locais a visitar e na experiência de viagem em si.

“Os resultados sugerem que o ‘retorno social’ é um fator simbólico saliente no processo de seleção dos destinos”, concluem os investigadores.