PSG continua na senda vitoriosa e Rafael Leão marcou na vitória do Lille

O Paris Saint-Germain continua sem ceder no campeonato francês e no sábado venceu o Amiens por 3-0 em jogo da 20.ª da liga francesa. O PSG tornou-se a primeira equipa a chegar aos 50 pontos em 18 encontros desde de que a vitória vale três pontos.

A formação parisiense, que lidera a competição com 13 pontos de vantagem sobre o Lille, que tem mais dois jogos disputados, viu dois encontros serem adiados para data a definir devido às manifestações do movimento ‘coletes amarelos’.

Frente ao Amiens, 17.º classificado, os campeões franceses só chegaram à vantagem no segundo tempo, com golos de Cavani, que marcou de penálti aos 57 minutos, Mbappé, aos 70, e Marquinhos, aos 79.

O triunfo frente ao Amiens ocorreu três dias depois de a equipa ter sofrido a sua primeira derrota da época nas competições francesas, ao perder por 2-1 com o Guingamp nos quartos de final da Taça gaulesa, competição que venceu nas cinco últimas temporadas.

Nos outros jogos realizados no sábado, o Nice subiu ao sexto lugar, com 29 pontos, ao vencer em casa o Bordéus, com um golo de penálti de Saint-Maximin aos 16 minutos, deixando os adversários no 13.º posto, com 22.

O Saint-Étienne também venceu por 1-0 no recinto do Guingamp, e igualou o Lyon no terceiro lugar. Um golo do tunisino Khazri logo aos seis minutos decidiu o encontro para os forasteiros, com a equipa da casa, em que Pedro Rebocho foi titular, a continuar no 20.º e último lugar com 11 pontos, a sete dos lugares de permanência.

A formação de Jean-Louis Gasset é quarta classificada com 33 pontos, os mesmos do Lyon e mais dois  do que o quinto, o Montpellier.

Mónaco continua sem vencer, mas empatou com o Marselha

O Marselha empatou em casa a 1-1 com o Mónaco, e atrasou-se na luta pelos primeiros lugares, na estreia de Fabregas pelos monegascos. Titular no meio-campo da equipa orientada pelo antigo colega de equipa no Arsenal Thierry Henry, o médio espanhol liderou os monegascos um dia depois do primeiro treino pela nova equipa, após transferir-se do Chelsea.

Ainda assim, a equipa de Rony Lopes não conseguiu vencer na estreia do novo ‘reforço’ e continua a temporada de ‘crise’, tendo começado a perder em Marselha graças a um tento de Maxime Lopez aos 13 minutos.

Aos 38, Heinrichs encontrou o belga Tielemans, que estabeleceu a igualdade para a equipa de Rudi Garcia, que apostou no português Rolando no eixo da defesa.

O Marselha é nono com 28 pontos, mas tem pelo menos um jogo em atraso em relação a todos os adversários que seguem acima, com a exceção do líder Paris Saint-Germain, que também só disputou 18.

Por seu lado, os monegascos continuam em apuros e são 19.º e penúltimos, com 14 pontos, somando o terceiro jogo consecutivo sem vencer no campeonato.

Antes, o Estrasburgo foi vencer a casa do Toulouse por 2-1, enquanto Dijon e Montpellier, com Pedro Mendes totalista, empataram 1-1.

O Rennes venceu em casa do Nantes por 1-0, graças a um golo do luso-francês Damien da Silva, e subiu ao sétimo lugar, com os mesmos pontos do Estrasburgo, que tem mais um jogo disputado, aproximando-se dos lugares europeus.

Lille vence com golo português e consolidou o segundo lugar

O avançado português Rafael Leão ajudou o Lille a consolidar o segundo lugar, ao apontar um dos golos do triunfo por 3-1 sobre o Caen. O internacional sub-21 luso, de 19 anos, que foi titular e jogou 88 minutos na visita à Normandia, apontou o segundo tento do Lille, aos 20, depois de o costa-marfinense Nicolas Pepe inaugurar o marcador, aos oito.

Em tempo de compensação, ainda houve tempo para outros dois golos, com o recém-entrado Luiz Araújo a dilatar a vantagem dos ‘dogues’, aos 90+2 minutos, e Casimir Ninga a reduzir para o Caen, aos 90+5.

Além de Rafael Leão, que apontou o quarto golo no campeonato, o Lille contou com o central internacional português José Fonte durante os 90 minutos, enquanto Edgar Ié não saiu do banco de suplentes. Já Xeka e Rui Fonte não foram opção, por estarem lesionados.

A formação comandada por Christophe Galtier passa a somar 37 pontos, menos 10 do que o líder Paris Saint-Germain. Ainda assim, o Lille ganhou ‘terreno’ ao Lyon, tendo agora mais quatro pontos do que a formação do guarda-redes português Anthony Lopes, terceira colocada, que hoje cedeu um empate caseiro 1-1 na receção ao Reims.

O argentino Pablo Chavarria bateu o guardião internacional português e adiantou os visitantes, aos 34 minutos, mas, depois de muito porfiar, o Lyon chegou mesmo ao empate, aos 70, através de Bertrand Traoré.