Netflix pagou US$ 100 milhões para manter Friends em seu catálogo

Da Redação

07 de dezembro de 2018 – 15h00

Com isso, aponta o The New York Times, plataforma de streaming garantiu exclusividade do programa para 2019

Após muita gente ficar preocupada com uma possível saída de Friends do Netflix, a plataforma de streaming confirmou nesta semana que as 10 temporadas do popular seriado continuarão em seu catálogo de forma exclusiva em 2019.

Para isso, no entanto, a empresa de Reed Hastings teve de realmente abrir a carteira e aumentar de forma significativa os gastos que vinha tendo ultimamente com o programa, exibido entre 1994 e 2004 na TV norte-americana.

Segundo o The New York Times, que cita como fontes duas próximas do assunto, a companhia pagou aproximadamente 100 milhões de dólares à WarnerMedia para continuar exibindo a série de Rachel, Ross, Monica, Chandler, Phoebe e Joey.

Conforme aponta o jornal norte-americano, esse valor é bem maior do que os cerca de 30 milhões de dólares anuais que o Netflix vinha pagando nos últimos anteriores para disponibilizar o programa em seu catálogo.

O aumento no preço dos direitos de streaming pode ter acontecido pelo interesse de um outro player do mercado na atração. Isso porque o Recode aponta que o Hulu também tentou adquirir os direitos da série neste ano. Ainda segundo o site, é muito provável que a Warner queira incluir o programa no seu ainda inédito serviço de streaming – só não se sabe ainda se com exclusividade.