Jessica Athayde faz revelações inéditas sobre João Manzarra

Jessica Athayde sofreu muito com o fim do namoro com João Manzarra. E mesmo depois de a rutura ter sido tornada pública e cada um ter ido para o seu lado, a atriz continuou apaixonada pelo apresentador da SIC. Foi a própria que o revelou em entrevista a Fátima Lopes, este sábado, dia 8 de dezembro, no Conta-me Como És. 

A atriz contou a Fátima Lopes que Carla Andrino [que além de atriz é psicóloga] é uma pessoa muito importante porque a ajudou numa das fases mais difíceis, justamente quando deixou de namorar com João Manzarra. 

«A Carla Andrino também é minha mãe. Ela ajudou-me muito numa fase que eu precisava de auto conhecimento para me conhecer melhor. E nunca me largou a mão. Quando eu estava com anorexia», começou por dizer. « Além de ser uma mulher incrível, atriz, é psicóloga. É das melhores pessoas que eu conheço. Ela ajudou-me numa fase muito complicada na minha vida e tão triste. Eu tive várias anorexias nervosas ao longo da minha vida, mas nenhuma como a última que tive que começou quando eu estava a fazer a Doce Tentação.» 

Jessica Athayde diz que continuou apaixonada mesmo após o fim do namoro com Manzarra 

«Coincidiu também com o fim de uma relação [João Manzarra] e foi a minha primeira relação muito séria, onde eu depositei a ideia de uma família. Nós vivemos uma relação muito intensa, fomos viver juntos logo, cães, família… Achava que ficava ali para sempre. O João era a minha família. E quando o João começou a dar alguns passinhos para trás eu fiquei completamente sem chão», relatou. «Tive de fazer um trabalho interior, com ajuda, enorme. Tive de arrumar as minhas gavetas todas, desde miúda. Entreguei-me seriamente à terapia. Foi muito duro, eu ainda gostava muito do João, e gostei do João durante anos [depois de terminar a relação].»

Jessica Athayde revela que agora mantém uma boa relação de amizade com o ex-namorado. «O João agora é dos meus grandes melhores amigos, mas durante anos sofri imenso por causa dele. Eu era super apaixonada por ele. Quando acabou foi um terramoto. Foi aqui que a Carla [Andrino] me ajudou. E apesar de ter pesado 42 quilos foi a melhor coisa que me aconteceu. Eu não estaria preparada para ser mãe se não tivesse passado por aquilo. Aquela situação obrigou-me a resolver muitas.»

Teve medo de não conseguir engravidar 

Na mesma entrevista, Jessica Athayde falou da gravidez, de três meses. À espera do primeiro filho em comum com Diogo Amaral, a atriz afirmou que temeu não conseguir engravidar devido a um problema de saúde. Jessica Athayde contou ainda que entrou em pânico quando o teste de gravidez deu positivo. 

Texto: Ana Lúcia Sousa e Ricardina Batista; Fotos: Arquivo Impala 
 

Siga a Revista VIP no Instagram

image