Atenção. A menopausa precoce aumenta o risco desta doença

O começo da menopausa significa o fim da idade fértil da mulher, o fim da menstruação e da possibilidade de engravidar.

Adicionalmente, cerca de uma em cada 100 mulheres passa pela menopausa ainda antes dos 40 anos.

A condição é conhecida como menopausa prematura ou insuficiência ovárica prematura e ao que parece estas mulheres estão 50% mais predispostas a sofrerem de diabetes de tipo 2, segundo um novo estudo grego.

Já as mulheres que param de menstruar antes dos 45 anos têm um risco 15% maior de desenvolver aquela doença crónica.

A equipa de cientistas gregos que realizou a pesquisa acredita que a queda das hormonas de estrogénio e de progesterona durante a menopausa pode igualmente provocar um decréscimo na produção de insulina.

A diabetes de tipo 2 ocorre quando o corpo para de produzir insulina ou se torna incapaz de responder à quantidade de insulina emitida.

Para efeitos daquela pesquisa, os investigadores da Universidade de Aristóteles de Thessaloniki analisaram 13 estudos realizados anteriormente e que incluíram um total de 191,762 mulheres pós-menopáusicas, das quais 21,664 tinham diabetes de tipo 2.

O líder do estudo, o professor Panagiotis ­Anagnostis disse que esta se trata da primeira análise que comprova que a menopausa e a falência prematura dos ovários estão associadas a um maior risco de diabetes de tipo2.

“As mulheres que experienciam menopausa precoce devem ser especialmente vigilantes sobre a sua saúde, optar por ingerir uma alimentação saudável e praticar exercício físico como forma de reduzir o risco de desenvolver diabetes”, disse.

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download
Google Play Download