Saúde participa de ação em comemoração ao Dia Mundial do Diabetes

Na manhã deste sábado (10), o servidor público aposentado, José Luciano, saiu de casa para dar sua caminhada de rotina na orla de João Pessoa. No caminho, encontrou uma tenda montada na calçada da praia de Cabo Branco, parou para fazer o teste de glicemia e assustou-se com o resultado: estava alterada, bem acima do esperado. O serviço oferecido ali, no meio da rua, alertou o sr. José Luciano para que ele vá em busca de tratamento.

“Fiquei surpreso quando vi que a glicose estava 339, é  muito perigoso, o normal é abaixo de 100. Próxima segunda vou começar a fazer os exames necessários e procurar um médico”, comentou.

No próximo dia 14 de novembro é celebrado o Dia Mundial do Diabetes e, neste sábado (10), a Secretária de Estado da Saúde da Paraíba (SES) participou de uma ação em parceria com a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia na Paraíba, a Sociedade Paraibana de Cardiologia, a Associação dos Diabéticos da Paraíba e a Unimed em uma comemoração alusiva à data. Em uma tenda montada na praia de Cabo Branco, profissionais da área de saúde e técnicos da SES se reuniram para oferecer serviços de teste de glicemia, verificação de pressão arterial e distribuição de material educativo e com orientações para a população.

De acordo com a médica endocrinologista, e uma das organizadoras da ação, Dra. Maria da Luz, a previsão é que, no futuro, haja um aumento exponencial do aparecimento e da prevalência do diabetes. “Estamos aqui para conscientizar as pessoas sobre o risco de desenvolver o diabetes, a importância do tratamento. É comum encontrar em ações dessa natureza pessoas que não têm conhecimento da enfermidade por ser, a princípio, uma doença silenciosa. Muita gente tem o nível alterado da diabetes, mas não tem os sintomas. Aqui temos profissionais que conversam e alertam essas pessoas com relação ao tratamento na prevenção das complicações crônicas da doença”, explicou.

Segundo a chefe do Núcleo de Doenças e Agravos Não Transmissíveis da SES, Gerlane Carvalho, a secretaria apoia ações e atividades dessa natureza com o intuito de trabalhar na prevenção e promoção da saúde. “Esse é um momento que a SES se aproxima da população pra levar esses serviços. Muitas vezes, na correria do dia a dia, as pessoas não têm tempo de ir a um médico ou a uma unidade de saúde”, pontuou.

Assim como José Luciano, a técnica em nível superior Estéfanny Dhesirée, também saiu de sua atividade física de rotina para checar a glicemia. O resultado, porém, foi diferente. Ela confirmou o que já esperava, a glicose estava satisfatória. “Eu estou sempre me movimentando. Retornei ao treinamento funcional na semana passada, faço academia, cuido da alimentação. Alguns resultados ainda não estão satisfatórios, mas pelo menos minha glicemia está no nível muito bom”, comentou.

Para a presidente da Associação dos Diabéticos da Paraíba, Adriana Fernandes, as atividades que aconteceram na manhã deste sábado são importantes para dar visibilidade e compartilhar informação sobre a doença. “O que mata e o que amputa é a falta de informação, é a falta de auto cuidado. Nosso papel aqui é conversar, orientar, dar exemplo de nossa própria vida, que é um dos pontos fortes da associação”, completou.

Estimativa – Na Paraíba, estima-se que 214.685 pessoas tenham diabetes. Isso equivale a 5,3% da população (Fonte: DataSUS).

Redação


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir