Golo de Soares coloca FC Porto na liderança isolada do campeonato

O grande jogo da jornada, referente à 10.ª jornada do campeonato português, disputado no Estádio do Dragão, terminou com a vitória do FC Porto diante do SC Braga, com um golo de Tiquinho Soares aos 88 minutos. O resultado pode ser enganador para quem não viu a partida, pois foi emocionante, teve bom futebol e muitos oportunidades de golo. Os Dragões terminam a ronda na liderança isolada do campeonato com 24 pontos, enquanto o SC Braga (21) pode ser ultrapassado pelo Sporting e perder o segundo lugar, caso os Leões vençam na receção ao Chaves.

Face ao último jogo, frente ao Lokomotiv de Moscovo, Sérgio Conceição apresentou uma alteração, saindo Herrera e entrando Soares, que não está inscrito na Liga dos Campeões. Já do lado da equipa minhota, Abel Ferreira também fez apenas uma mudança em relação à vitória (2-1) obtida diante do V. Setúbal, entrando Ricardo Horta para o lugar de Fábio Martins.

Na primeira parte, com as bancadas do Estádio do Dragão ‘a ferver’, os adeptos puderam assistir a 45 minutos de bom futebol, com excelentes oportunidades para os dois lados. Porém, houve um domínio estatístico por parte da equipa da casa. Os Dragões foram para o intervalo com mais remates (11-6), mais posse de bola (64%-36%) e pontapés de cantos (6-3).

No segundo tempo, a formação orientada por Sérgio Conceição entrou melhor, jogando mais no meio-campo do SC Braga, que não temeu, em minuto algum, o FC Porto.

Esta foi, até à data, a melhor assistência da temporada no Estádio do Dragão, com 47.929 pessoas a assistirem à partida.

Aos 67 minutos, Sérgio Conceição não mostrou medo e substituiu Maxi Pereira por Otávio, dando assim mais poderio ofensivo ao corredor direito. Minutos mais tarde, o treinador portista mudou a direção de Otávio, empurrando o brasileiro para a esquerda e recuando Marega para o corredor oposto, mudando o sistema de 4-4-2 para 4-3-3.

A equipa minhota até foi a que esteve mais perto de marcar, tendo enviado duas bolas aos ferros da baliza de Iker Casillas. Primeiro Esgaio (56’) e mais tarde Fransérgio (79’), mas foi o FC Porto que conseguiu o golo.

Aos 88 minutos, num cruzamento de Otávio (que foi meio golo), Soares, nas costas da defesa bracarense, cabeceou como mandam as regras, sem hipóteses para Tiago Sá, sendo este o único golo, determinante para colocar os azuis e brancos na liderança.

Com este resultado, os Dragões passam a somar 24 pontos, mais três do que o Sporting de Braga, cinco do que o Sporting (menos um jogo), seis do que o Rio Ave e sete do que o Benfica (menos um jogo).