Autoridades austríacas prendem coronel da reserva acusado de espionar para Rússia

Viena, Áustria

CC0 / Unsplash

Um coronel da reserva do exército austríaco, acusado de espionar para a Rússia, está preso, informou a procuradoria do país europeu ao jornal Kleine Zeitung.

O porta-voz da procuradoria, Robert Holzleitner, revelou que o suspeito foi detido na noite deste sábado. O processo está sendo conduzido pela promotoria de Salzburgo.

Nesta semana, o chanceler da Áustria, Sebastian Kurz, declarou que um coronel da reserva das Forças Armadas do país está sob suspeita de ter realizado ações de espionagem para a Rússia desde a década de 1990 até o presente momento.

O encarregado dos negócios da Rússia no país foi convocado para uma reunião no ministério das Relações Exteriores da Áustria. Além disso, em função do incidente, Viena cancelou a visita da ministra das Relações Exteriores, Karin Kneissl, a Moscou.

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, por sua vez, se declarou negativamente surpreso com a informação relativa ao coronel da reserva, acusado por Viena de espionagem para Moscou. O embaixador austríaco na Rússia foi convocado para uma reunião pela chancelaria russa.