Prefeito de Belo Horizonte defende espancamento em caso de vandalismo

Kalil em visita ao Centro de Saúde Vera Cruz — Foto: Amira Hissa/Divulgação/PBHKalil em visita ao Centro de Saúde Vera Cruz — Foto: Amira Hissa/Divulgação/PBH

Kalil em visita ao Centro de Saúde Vera Cruz — Foto: Amira Hissa/Divulgação/PBH

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PHS), defendeu nesta sexta-feira (9) que vândalos devem ser espancados pela população. A declaração foi feita durante entrevista coletiva concedida no Centro de Saúde Vera Cruz, na Região Leste da cidade.

Eu sou a favor, eu não posso falar. É o seguinte, não é por polícia não. É a população pegar um cara que está invadindo um posto de saúde, levar para um canto e espancar ele”

O novo Centro de Saúde Vera Cruz foi entregue nesta sexta-feira. A obra foi escolhida por meio do Orçamento Participativo 2007/2008. Ela estava paralisada desde 2013 e foi retomada em agosto do ano passado. Segundo a prefeitura, a unidade vai beneficiar cerca de 16 mil pessoas.

“Enquanto todo mundo está sendo preso, nós estamos inaugurando atendimento para quem precisa e ajudando os outros”, falou o prefeito em referência à Operação Capitu realizada nesta sexta-feira pela Polícia Federal em que o vice-governador de Minas Gerais, Antonio Andrade (MDB), foi detido.

CategoriesG1