Cinco jogadores do Braga já marcaram ao FC Porto

O regresso à competição do central Raúl Silva está próximo, mas ainda não deverá ser no sábado, em casa do FC Porto. O brasileiro, que contraiu uma lesão muscular a 16 de agosto, na receção ao Zorya, para a Liga Europa, voltou recentemente a trabalhar sob as ordens de Abel Ferreira, mas, por mais do que um motivo, este não se coloca como o momento ideal para a reintrodução de Raúl Silva no onze. Ele que até é o único jogador que já marcou ao FC Porto com a camisola Braga: na época passada, assinou o 1-1, num jogo que terminou com o triunfo (3-1) caseiro dos dragões.

Por um lado, a dupla Bruno Viana-Pablo Santos, que se formou logo no jogo em que o Raúl se lesionou (Pablo saiu do banco), foi titular em todas as 11 partidas que se seguiram e tem dado todas as garantias – oito vitórias, três empates, oito golos sofridos e cinco jogos com a folha em branco. Por outro, a paragem competitiva que se segue após a próxima jornada, para os compromissos das seleções, forma um contexto mais favorável à reintegração de um jogador que, na última época, completou 40 jogos pelo Braga. Depois da visita ao Dragão, a equipa de Abel Ferreira volta a jogar no dia 24, em casa, diante do Praiense (Campeonato de Portugal), a contar para a Taça de Portugal, no que poderá ser uma boa oportunidade para Raúl começar a recuperar ritmo.

Não obstante o registo do brasileiro com o FC Porto, outros quatro jogadores já marcaram aos azuis e brancos, três deles no Dragão, mas com camisolas diferentes. Wilson Eduardo, em 2012/13, apontou o golo da Académica, que perdeu por 2-1. Em 2015/16, Fransérgio contribuiu para o triunfo (1-3) do Marítimo e, pouco tempo depois, João Novais assinou o golo do Rio Ave, que empatou a uma bola. O único que marcou como visitado foi Eduardo, na época passada. O brasileiro apontou o primeiro golo do Estoril, que acabou por perder por 1-3.