Alonso confirma participação na Indy 500 em 2019

Será a segunda participação do bicampeão da F1 na prova. Em 2017, Alonso largou em quinto, mas abandonou nos momentos finais ao sofrer uma quebra de motor.

Desta vez, Alonso chegará à prova disposto a completar a tríplice coroa do automobilismo, já que, além de suas duas vitórias no GP de Mônaco de F1 (2006 e 2007), o espanhol tem em seu currículo o triunfo nas 24 Horas de Le Mans de 2018.

“Já deixei claro que meu desejo é conquistar a tríplice coroa. Tive uma experiência incrível em Indianápolis em 2017 e sabia que teria de voltar se houvesse a oportunidade”, disse o piloto.

“Esta sempre foi minha primeira escolha caso a equipe decidisse fazer isso, então estou felizes que eles prosseguiram. É uma corrida dura e estaremos disputando contra os melhores, então será um grande desafio.”

“Mas somos competidores e é por isso que corremos. Uma coisa para a qual estou ansioso é ver os fãs novamente, que são absolutamente fantásticos.”

Zak Brown, diretor executivo da McLaren, disse: “A McLaren tem um longo e afetuoso relacionamento com as 500 Milhas de Indianápolis e este é um caso de negócios inacabados com Fernando.”

“Nenhuma edição da Indy 500 é uma moleza. É um enorme desafio. Temos todo o respeito pela corrida e por nossos competidores, então não estamos iludidos.”

A equipe, no entanto, não revelou qual será o conjunto técnico com o qual Alonso contará na prova. Em 2017, a inscrição da McLaren se deu em parceria com a Andretti Autosport, que usava motor Honda – o mesmo que o time contava na F1 na época.